Geral importado Makeup review Swatches Videos

Resenha | Base Le Teint Touche Éclat da YSL

touche_eclat_base_capa Há um ano eu publiquei este post falando sobre as bases lançadas e meu desejo de consumo. Por ser fã do iluminador Touche Éclat, a base Le Teint Touche Éclat da YSL era meu desejo de consumo, junto com a Maestro da Armani que postei resenha aqui.

Na correria da viagem de Ano Novo com a família, esqueci de comprar minha base na Sephora e fui comprá-la no duty free de NY na volta para casa em 5 minutos. Resultado: Confiei na vendedora, comprei a cor errada e não me entendi com a base de forma alguma.

Eis que mês passado a base chegou ao Brasil e felizmente a minha indignação foi solucionada.

touche_eclat_base_acabamento

Sobre o produto…

“LE TEINT TOUCHE ÉCLAT, uma base de tecnologia inovadora, que proporciona luminosidade mágica para todo o rosto. Uma fórmula única e luxuosa, que atinge as áreas de sombra e realça os contornos. Sua textura é leve como o ar. Sua fórmula, livre de partículas opacas, iguala a pele, encobre imperfeições e realça a beleza natural. Com Le Teint Touche Éclat, sua pele fica com um aspecto mais natural, radiante, sofisticado…”

Quem já é leitor antigo sabe muito bem que as resenhas aqui no MakeUp Atelier só saem no momento certo. Mesmo 6 meses depois de ter comprado a minha, não tinha opinião formada sobre ela por ter comprado uma cor muito errada. Agora que tenho a cor certa, minha percepção sobre ela mudou completamente, imaginem se eu tivesse resenhado antes ???

Se antes eu a achava um pouco pesada pela proposta, agora digo que uma das base mais leves que eu tenho. Como a cor era escura para mim, eu acabava usando muito mais produto para deixar o rosto uniforme,  e o resultado era uma pele bem mais pesada e com um resultado bem menos interessante. Tanto que estava inconformada com o burburinho em torno na mesma já que eu tinha muitas bases mais leves e naturais.

A que eu comprei é a cor BD40, mais escura e mais amarelada. A cor que ficou boa no meu rosto é a BR20, mais rosada e mais clarinha. Ficou muito boa!

Com a cor adequada ao meu tom, um pouquinho de base já dá o resultado esperado e uma cobertura leve e luminosa. Ela funde perfeitamente com a pele e dá aquele ar de saúde que eu tanto amo.

touche_eclat_base_coresComo vocês verão no vídeo que fiz abaixo, a Le Teint Touche Éclat não tem partículas de brilho como as minhas favoritas, a luminosidade que ela deixa é da hidratação saudável da pele. A pele fica bonita naturalmente mas pigmentos brilhantes.

Ela tem cobertura leve e hidratante. Quem tem a pele muito oleosa pode achar que a durabilidade dela não é das melhores já que ela não vai ajudar a controlar o óleo. Mas nada que um pó fácil não ajude.  Em mim ela fica intacta no frio por muitas horas, nos últimos dias de calor ela durou umas 5 horas sem pó, depois minha pele não aguentou. Com pó ela funcionou bem.

touche_eclat_base_rostoNão são todas as cores que vieram para o Brasil, na Sephora dá para saber quais vieram, mas felizmente veio uma do meu tom.

Abaixo coloquei a imagens que eles estão usando para linkar a base com o corretivo. O meu corretivo é o 1 e agora estou testando o 1.5 que é mais amarelado e vendo se ele ajuda nas olheiras roxinhas.

bases_leteintAcabei aproveitando o lançamento da base no Proença, aqui em SP e sequestrei as amigas para gravarmos um videozinho para ilustrar o post. A Cinthya Rachel foi nossa câmera (o plano está muito fechado pois acabei levando somente minha lente 50 mm, mas dá para entender rs), a Maraisa foi nossa modelo e a Fê Fadigas nossa top maquiadora. Obrigada meninas, foi bem divertido.

No vídeo tem a Cinthia da equipe YSL falando sobre o funcionamento e composição da base e tem dicas ótimas da Fê aplicando e iluminando o rosto. Aperta o play…

Depois quero muito saber se vocês curtem vídeos deste tipo com dicas e entrevista, ok ?

Resumindo, agora sim adorei a base e acho perfeita para o dia a dia. Quando quero base líquida mais matificada escolho a Naked, quando quero algo mais luminoso escolho a Skin Illusion, quando quero um visual ainda leve, com mais cobertura escolho a Maestro e quando quero um brilho mais natural e hidratantes, escolho esta da YSL

E vocês já testaram a Le Teint Touche Éclat ? Qual o tipo de pele e o que acharam do resultado ?

.

Onde ?  Ganhei uma no lançamento e comprei uma em NY. Tem aqui na Sephora.

Quanto ? R$ 319,00 ou 10x de R$ 31,90

.

You Might Also Like...

  • Luciana
    agosto 13, 2013 at 7:21 pm

    Esta base ficaria bem para quem tem pele mista com tendência a acne?

    • Cinthia Ferreira
      agosto 13, 2013 at 9:01 pm

      Olha Luciana, é como eu disse. A minha pele é oleosa e apesar dela não durar bem como outras, o resultado é bacana. Mas já vi gente que tem pele muito oleosa e não gostou.

  • nathalia
    agosto 13, 2013 at 9:34 pm

    Cinthia, não sabes o quanto tô feliz por ver ver essa resenha! Tô com muita vontade de comprar essa base há tempos e queria muito ver mais resenhas sobre ela. A pena é que não veio nenhuma cor 40 pro Brasil, mas vou provar B30 pra ver se Fica legal. Amo o blog, amei a resenha!

  • milena
    agosto 13, 2013 at 10:13 pm

    Eu comprei essa base minha pele e mista , minha cor e a b40 achei que ficaria escura mas ficou perfeita eu simplesmente amei ela.

    • Cinthia Ferreira
      agosto 13, 2013 at 11:11 pm

      HUmmm bom saber ;)
      Queria muitas leitoras dando opinião junto com o tipo de pele. Assim fica ótimo para ajudar as demais.
      Obrigada mesmo

  • Tatiana Pires
    agosto 13, 2013 at 11:11 pm

    Cinthia, eu adoro as suas resenhas. E já te elogiei várias veses. Acho você bastante cuidadosa com os posts que faz. Admiro sua sinceridade e objetividade.
    Mas mudando de assunto e falando da base do post, sabe que olhando apenas a sua foto com eesa base da YSl achei que sua pele ficou muito mais bonita usando a base Naked. Não sei se foi a luz do local ou o flash… Mas por causa dessa foto (do dia que você cortou o cabelo) desejo muito essa base.
    Bjs.

    • Cinthia Ferreira
      agosto 13, 2013 at 11:39 pm

      Obrigada Tatiana ;)
      Sobre a base vc reparou bem mesmo ;) Esta deixa um brilho diferente e mais natural. Na luz do dia sem flash ela fica bem bonita mas a Naked é ótima para fotos.
      Eu na verdade só ponho foto da base no rosto pq vcs pedem pois acho que nenhuma foto consegue mostrar o efeito real de cada base. Umas refletem a luz e o efeito é bem diferente na vida real rs.
      Mas a Naked em fotos é muito boa. Esta aqui é bem natural e bem mais hidratante.
      Bjs

      • Tatiana Pires
        agosto 14, 2013 at 10:35 pm

        Cinthia, obrigada mais uma vez pela resposta.
        De fato sua colocação foi perfeita. Foto nunca retrata a cor de verdade de uma base. Mas considerando que tenho a pele bem oleosa prefiro investir na base Naked.
        Um beijo.

        • Cinthia Ferreira
          agosto 15, 2013 at 4:30 pm

          Eu acho que vc vai gostar ;) Ambas são boas, mas pele é pele né.
          bjs

  • Lu Rosa
    agosto 14, 2013 at 9:02 am

    Adorei o vídeo! Todas lindas!!

  • Isabella Rabello
    agosto 14, 2013 at 10:11 am

    Mudando totalmente de assunto, suas fotos estão cada vez mais lindas! Acho que vc tá ousando mais, saindo da zona de conforto, e isso te faz muito bem!
    Tô indo pros EUA em dezembro e já fazenod a lista de compras, mas confessor que gosto tanto das suas resenhas que ainda estou na dúvida de qual base comprar. ai ai ai.. vamos ver se até lá eu decido.
    Tô querendo uma pro dia-a-dia e outra pra noite (leve no dia-a-dia e mais completa pra noite), sem FPS. Ultimamente tô achando tão difícil achar base sem FPS que seja baratinha… A última que comprei foi uma da Rimmel, no Feel Unique, mas ela oxida muito ao longo do dia, especialmente na testa. Vc tem alguma dica pra bases assim, que ficam laranjas no fim do dia?

    • Cinthia Ferreira
      agosto 14, 2013 at 12:08 pm

      ahahah obrigada ;) Acho que com minha cam nova e lentes novas estou aproveitando mais. Mas ainda tenhm muito o que aprender rs.
      Olha, a minha sem fps que eu mais gosto é a Naked mesmo. E acho que se vai pra lá o ideal seria pegar uma amostrinha de cada no primeiro dia da viagem e deixar para escolher depois de uns dias usando cada uma.
      E não deixe de testar a Skin Illusion, mesmo tendo fps. E dê uma olhadinha na nova da D&G que é lllinda e me arrependi de não ter comprado.
      bjs

  • Taiza
    agosto 14, 2013 at 11:57 am

    Adoreii… nao quer vender essa B40 nao?? rsrs ;D

    • Cinthia Ferreira
      agosto 14, 2013 at 12:04 pm

      Já está com a minha mãe rsrs. O tom dela é sempre um a mais que o meu então ela sempre se dá bem quando eu erro ahaahh
      Bjs

  • Luciana Rufino Teixeira
    agosto 14, 2013 at 1:39 pm

    Olá Cinthia! Só quero dizer que além de amar o seu blog e visitá-lo diariamente, te admiro muito. Acho muito bacana o seu jeito de lidar com o vitiligo. Com certeza, tem ajudado muita gente, não só aqueles que tem o mesmo problema, mas todos (como eu) que de certa forma, se diferencia, pouco ou muito, do padrão de perfeição que a sociedade tem buscado. Uma perfeição que na verdade tem virado imperfeição… Parabéns pelo seu trabalho! bjs

    • Cinthia Ferreira
      agosto 14, 2013 at 9:50 pm

      Muito obrigada Luciana ;) bom demais ler isso.
      Eu sou uma pessoa muito perfeccionista, mas tem coisas que não adianta muito encanar. Acho que cada um tem que aproveitar o melhor de si.
      Não existe ninguém perfeito, e o que é defeito para um é qualidade para o outro.
      O importante é aceitar o que temos e tentar ser o mais feliz possível com nossa realidade né :)
      Bjs e obrigada.

  • ariane
    agosto 14, 2013 at 8:40 pm

    Oi Cinthia, tudo bem?
    eu tenho um caso de amor e ódio com essa base haha tem dias que amo e dias que odeio rs.
    Agora quero testar a da Armani, qual das duas tem mais cobertura?
    Bjs,

    • Cinthia Ferreira
      agosto 14, 2013 at 9:47 pm

      ahahhaha sei bem como é isso….eu fico assim com várias bases rs.
      E a da Armani uniformiza mais o tom. Acho que a tecnologia dela de se adaptar a pele ajuda muito.
      Esta aqui é mais efeito de pele natural mesmo.
      Bjs

  • Luiza
    agosto 14, 2013 at 8:46 pm

    Cinthia, amo seus posts. Acho tudo muito confiável!

    Eu percebi com o tempo que você não usa bases da MAC. Por quê?!
    Eu tenho duas, a pro longwear e a face and body, mas tô me desentendendo com elas. Rs! Acho a pro “peguenta”, mas cobre muito direitinho minhas imperfeiçoes, é sequinha e dura o dia todo, faço uso junto ao hidratante torna ela possível, já a FB eu gosto que ela deixa aveludada, mas saí rápido e não cobre minhas manchinhas. Me indica uma base sequinha, que dure e cubra as imperfeições!!!!

    Ah! Tô interessada em um monte de bases que você indica, mas com relação a essa, ela cobre manchinha de espinha? É isso que me incomoda! São poucas, mas o suficiente pra me chatear!

    Beijos

    • Cinthia Ferreira
      agosto 14, 2013 at 9:46 pm

      OI Luiza obrigada ;)
      Na verdade eu já tive várias bases da MAC mas acabo tendo outras melhores. A prolongwear está entre as minhas preferidas da marca, mas como as outras marcas estão mais tecnológicas acabo mudando.
      Pelo que vc diz acho que vai curtir bastante a Naked. Ela cobre legal e é mais sequinha.Esta aqui tem uma cobertura leve e não cobre todas as manchinhas não.
      Bjs

  • Gabriela
    agosto 14, 2013 at 11:08 pm

    Ci,
    To aqui para dar a minha opinião sobre a YSL e a Clarins – demorei um pouquinho porque eu estava testando desde que chegaram. :)
    Eu só conhecia a da MAC, que eu passava misturada com o filtro (e de vez em quando), mas que, mesmo assim, não ficava tão leve. Então tive uma super surpresa com ambas: ficam naturais. Tenho umas impressões bem pontuais:
    Achei que para o dia ambas ficam dez passando com a mão – mais naturais… E que também ficam lindas com o pincel quando o look é mais sofisticado; mas a YSL fica bem “nasci linda” mesmo com pincel (a da Clarins preferi usar pincel só a noite pela “tchans” que ela dá).
    Eu me inclinei mais pra da YSL pq achei mais leve, achei que fundiu mais com a minha pele e deu aquela cara de “nasci linda”! Hahaha Adorei esse nasci linda pq foi assim que me senti pela primeira vez com uma base.
    Eu sou morena clara, meio amarelada: então as cores de cada uma (o que talvez ajude quem vai comprar pela net já que tive uma super dificuldade com isso: que na sephora do brasil tem poucas cores da YSL e quase nada da Clarins – e eu tive uma surpresa bacanérrima: achei que na opaque tem mais e melhores opções dessas marcas) que eu usei são BD30 (YSL) e 110 (Clarins).
    Como são bases leves do tipo “realçar a beleza natural” e não funcionam sozinhas – precisei dar uma cuidada extra na pele pra deixar ela mais bacana e a base ficar mais natural, além de não deixar a base influenciar negativamente na pele – espinhas, p.ex. – e isso foi um efeito extra ótimo!
    Achei a durabilidade de ambas muito influenciada pelo matificante que passei antes, mas duraram bem umas 6 horas nos dias quentes – depois tive que refazer: não consegui dar uma ajeitada, sabe? Talvez por falta de prática!
    Um beijo. Adoro suas resenhas!
    Gabi

  • Deborah
    agosto 15, 2013 at 9:01 am

    Oi Cínthia!!!
    Estou louca por (mais essa rs) base.
    Vc acha que ela se compara com a teint Miracle ou Lingerie de Peau???
    Queria uma base um pouco mais leve para o dia e recentemente comprei a vitalumièbre acqua da Chanel: que decepção! Ela deixa a minha pele super oleosa. Hoje (35 aninhos né?) já tenho a pele mais mista….

    • Cinthia Ferreira
      agosto 15, 2013 at 4:29 pm

      hahaha :)
      Então, a teint miracle tem particulas de brilho, esta não. Esta é mais hidratante e o brilho é de pele natural e nao de brilhinhos mesmo entende rs
      E da Lingerie eu só testei algumas vezes para poder dar opinião mas que eu me lembre elas são diferentes.
      E se sua pele não gostou da da Chanel, tenho minhas dúvidas com relação a esta :( Acho que vc se daria bem com ela se usá-la com pó por cima.

  • Marília Viana
    agosto 15, 2013 at 2:30 pm

    Cinthia, estou seguindo seu blog a pouco tempo e estou amando sua sinceridade nas resenhas e seu carinho com as leitoras! Eu gostaria de uma opinião, a única base que eu já usei na vida foi aquele pó base studio fix da MAC. Como vou comprar pela internet não faço a mínima ideia da cor. Estava certa de comprar a Naked (depois de ler sua resenha), depois desse post estou em duvida. Qual segura mais a oleosidade na pele?
    Bjus e Obrigada! ^^

    • Cinthia Ferreira
      agosto 15, 2013 at 4:43 pm

      Obrigada Marília ;)
      Olha….cada pele responde de uma forma, mas em mim a Naked ficou mais sequinha que esta viu.
      Se vc gosta de produtos em pó, da uma lida nesta resenha da Pro Finish da Make Up For ever http://www.makeupatelier.com.br/2013/06/minhas-bases-mais-amadas/#ixzz2c4JLfxbz ela usada molhada é maravilhosa e super sequinha.
      E p vc ter uma parâmetro, eu uso NC15 da MAC. E talvez este site te ajude a descobrir sua cor
      http://findation.com/
      Bjs

      • Marília Viana
        agosto 15, 2013 at 7:30 pm

        Muito obrigada Cinthia!! Ajudou bastante!! Tomei uma decisão amanha eu vou comprar a segunda pele da contem 1g (gostei da sua resenha e é mais “barata”) pra testar uma base liquida, depois eu volto contando minha experiência. Se eu gostar mesmo, aí eu compro uma top :)

      • Marília Viana
        agosto 27, 2013 at 5:03 pm

        Cinthia, comprei a segunda pele da contem 1g e foi um desastre :( A cor da base ficou meio rosada com a luz do dia, e ainda irritou um pouco minha pele (tenho acne adulta)! Voltei pra minha studio fix da MAC mesmo. A sephora e Niterói será inaugurada essa semana vou experimentar a da MUFE que vc me indicou.
        Como eu adorei o seu blog, estou te seguindo pelo News Blur! Grande bju ^^

        • Cinthia Ferreira
          agosto 27, 2013 at 5:44 pm

          Puxa Marília sério ???? Por isso que eu amo a sephora gringa que dá amostrinhas personalizadas da base que vc quiser. Sempre compro as minhas depois de testá-las.
          Melhor ficar nas bases em pó mesmo. Acho que a MUFE vai dar certo e tem muitas opções de cores ;)
          Bjs e fico muuuito feliz que leia sempre.

  • Deborah
    agosto 16, 2013 at 9:40 am

    obrigada pela resposta :-)
    PS: comprei uma escova rotatória igual à sua! rs amei!

  • Camila Fortes
    agosto 20, 2013 at 4:21 pm

    Eu vi que tem BR10 no exterior, tu achou muito clara ou nem sequer experimentou? bj

    • Cinthia Ferreira
      agosto 20, 2013 at 5:21 pm

      oi Camila, não experimentei não. No duty free tinham poucas cores.
      Bjs

  • Zu
    agosto 22, 2013 at 3:32 pm

    Acompanho TUDO QUE VC FAZ, pais acho vc super sincera, fala só o que REALMENTE comprova,
    Testa os produtos e nos passa ótimas dicas. Outras bloguiras famosas que cresceram muito
    Na internet parei de acompanhar percebo que virou apenas UM COMÉRCIO, ganham muito dinheiro
    Querendo empurrar os produtos para suas seguidoras, para mim perderam a credibilidade.
    Continue assim, e sempre falando a verdade. Bjs

  • monique
    dezembro 5, 2013 at 10:51 am

    Olá Cinthia, gostaria de parabenizá-la por seu blog e suas resenhas, pois eles ajudam muito consumidoras que moram no interior e não têm oportunidade de experimentar os produtos em lojas físicas antes de comprá-los, sem contar que você é uma linda. Gostava muito da base Teint Éclat Lissant Autofocus da Clarins, você saberia me informar se essa base da Clarins que você tanto fala aqui é a substituta da Éclat Lissant? De qualquer forma comprei esta da YSL e espero gostar. Muito grata pelos seus comentários e pela sinceridade de suas notas. Um beijo! ;)

  • Aline
    junho 12, 2014 at 2:56 pm

    Oi Cinthia! Minha pele é super, mega, ultra oleosa e com tendência à acne. Qual base você recomenda? Vou para os EUA semana que vem e não faço a mínima idéia de qual comprar, são tantas opções. Mudando de assunto, amei sua sombra . Qual é? Bjos