Menu
importado / Lançamentos

Testando a nova base da YSL | Le Teint Encre de Peau

Base-Le-Teint-Encre-de-Peau-Foundation

Ufa, depois de bastante tempo testando do frio, calor, tempo seco e úmido, aí está a resenha da nova base queridinha da YSL, a Le Teint Encre de Peau.

Base-Le-Teint-Encre-de-Peau

Sobre o produto…

“Leve como uma pena, essa base líquida proporciona uma duração de 24 horas.
A arte de uma pele perfeita, sem compromisso e conforto. Uma nova tecnologia híbrida: textura ultra-fina, cobertura ideal de longa duração.

Esta textura revolucionária, leve como uma pena e inalterável como tinta, pode modular a cobertura sem o efeito carregado geralmente associado à bases de longa duração. Ainda, oferece proteção SPF18.
Possui acabamento luminoso e permanece irrepreensível até a remoção.

O método de aplicação é inovador, especialmente concebida para a deposição na pele a dose certa sem sobrecarregar a pele. O aplicador revolucionário também tem um sistema anti-gota para evitar o risco de resíduos.”

Fiquei doida para testar esta base logo que foi lançada. Ganhei uma da marca e comprei uma cor que não existe aqui, no Canadá e comecei usar lá mesmo, no clima frio e seco.

Aliás, aqui no Brasil, há 8 cores disponíveis.

Base-Le-Teint-Encre-de-Peau-cores

O que eu achei…

A cor que eu ganhei e a cor que eu comprei e não existe no Brasil. A BR20 é um tiquinho mais escura e rosada, enquanto a B10 é mais neutra e mais clara.  Na verdade consigo usar as duas, mas a B10 fica mais perfeita.

Ela é do mesmo estilo que a famosa Maestro da Giorgio Armani e tantas outras que foram lançadas depois. Quando você aplica na pele ela parece um óleo, fácil de espalhar e confortável e depois que seca, os óleos evaporam e a base deixa uma cobertura sequinha e com cor.

Como vocês sabem, eu prefiro bases com efeito mais iluminado do que efeito matte e no clima canadense ela não me conquistou tanto não. Usei bastante pois achava que ficava boa nas fotos e tal, mas com a pele mais seca, percebia que ela ressaltava pelinhas e imperfeições. Confesso que fiquei meio decepcionada por conta disso.

Mas com eu sempre digo, não adianta testar um produto em um clima que você não vive e em uma rotina que não é a sua. Então aqui no Brasil os testes recomeçaram e aí sim comecei curtir a base.

Ela dá uma cobertura leve ou mais intensa, dependendo da quantidade que é aplicada. Seca relativamente rápido e aí sim o acabamento fica mais opaco.

A durabilidade dela na minha pele é muito boa e nas fotos ela fica com efeito bacana também.

Ela tem FPS 18/PA+++, o que para o dia a dia em lugares fechados, já ajuda m pouco.

Le-Teint-Encre-de-Peau-Foundation

Como eu aplico…

O aplicador é bem diferente e no lugar de um conta gotas ou uma bisnaga, ela vem com uma espécie de espátula com sistema corta gota, o que evita da base sair pingando por aí.

Para a base ter uma cobertura e funcionamento legal, é muito importante agitar bem a embalagem sempre antes de usa-lá. Assim fica tudo bem misturadinho e o efeito é melhor.

Você tira o aplicador de dentro da base e passa direto no rosto (limpo, sempre…afinal ninguém quer contaminar a base toda né ?). As vendedoras indicam espalhar com os dedos mesmo, o que é fácil e prático. Mas eu prefiro mesmo é usar um pincel sintético como o F80 da Sigma.

Eu tenho costume de usar um primer antes, depois aplico a espátula em vários pontos do rosto, dou uma leve espalhada com os dedos e finalizo com o pincel, polindo e cobrindo toda a área. Se sinto que preciso cobrir mais alguma região, repito o processo pontualmente.

efeito-base-ysl

Agora uma foto usando a base depois de 7 horas. Como não usei nenhum pó por cima, o nariz já aparenta brilho, mas o restante da pele estava super ok.

Agora a comparação. Le Teint Encre de Peau ou Le Teint Touche Éclat da YSL heim ???

Base touche éclat

Gostei bastante da nova base, mas ainda a minha base queridinha da YSL é a Le Teint Touche Éclat. O acabamento dela é mais iluminado e deixa a pele incrível em fotos e vídeo. Se você ama pele iluminada, tem a pele mais seca ou madura, esta opção pode agradar mais.

Comparei as duas no tom BR20 para verem que há uma leve diferença no tom, mesmo sendo o mesmo número.

Na foto abaixo da para ver bem a diferença do acabamento de uma e de outra. A Le Teint Encre de Peau deixa a pele mais ratificada enquanto a Le Teint Touche Éclat deixa a pele com luminosidade.

bases ysl

Eu amo demais o efeito que a Touche Éclat deixa na pele, aqui tem a resenha dela e sim, é a minha preferida entre as duas e está no meu top 5 de bases que e mais amo. Mas é uma questão de escolha.

Se você gosta de acabamento mais matificado, quer uma base leve, fácil de aplicar e com boa cobertura, a Le Teint Encre de Peau é um ótimo produto.

Vocês já testaram ? 

Onde ? Ganhei uma e comprei outra na Sephora do Canadá (tem aqui a nova e tem aqui a Toche Éclat)

Quanto ? R$ 349 ou 10x de R$ 34,90
.

Sobre o autor

Editora e idealizadora do Makeup Atelier www.cinthiaferreira.com.br

Esfoliante corporal Revê de Miel Nuxe Dica para aplicar blush sem pincel Dor nas costas na hora do trabalho ? Alongue-se Os estilos de “Emily In Paris” O que causa a queda de cabelo ?