Menu
corpo / Pele / review

Cicaplast Baume B5 | Uma maravilha para a pele

cicaplastb5_capaO título pode parecer sensacionalista, mas não é. Sabe quando você testa um produto e percebe que não poderá mais ficar sem ele, foi isso que aconteceu com o novo Cicaplast Baume B5  (tem aqui)da La Roche Posay. Se eu já era fã do famoso Bepantol (desde a adolescência e minha primeira tatoo), estou ainda mais encantada por este novo multireparador.

cicaplast

Sobre o produto…

“Cicaplast Baume B5 é um tratamento cosmético calmante, que proporciona alívio imediato, reduz o desconforto e acelera a reparação e melhora a qualidade da barreira da pele.

O poder de sua fórmula, enriquecida com água termal e manteiga de Karité, está na combinação do Madecassoside, acelerador de reparação epidérmica; com a ação antibacteriana do zinco e a força calmante do Pantenol 5% – vitamina B5 (conhecido por sua ação anti-inflamatória e analgésica). Essa combinação ajuda a acalmar desconfortos do dia a dia, como queimaduras solares (alívio da sensação de queimadura solar), ressecamento dos lábios e das áreas de dobra, descamação, pós-herpes, além de auxiliar no processo de recuperaçao de peles pós-tatuadas, pós-laser e pós-peeling. Pode ser utilizado na pele do corpo, rosto e lábios, em adultos, crianças e bebês.”

cicaplast_b5_baumeNão pude comparecer ao evento de lançamento mas falei para as meninas da La Roche que o meu press kit foi o mais completo de todos kkk. Recebi meu Cicaplast e já fui correndo aplicar nos lábios, afinal, usava o bapantol assim. Achei a textura super leve, agradável e tinha certeza que iria gostar. Maaaas foi no dia seguinte as tragédias começaram… Vocês sabem que eu gosto de testar muito um produto antes de falar, mas não precisava ter  testado tanto assim. rs*

Primeiro eu me enrosquei no armário da lavanderia e arranhei meu ombro, depois eu derrubei uma chaleira de água quente no chão e metade foi parar na minha perna (em 10 minutos tava tudo vermelho com duas bolhinhas), e para fechar o dia com sucesso total…um mosquito me picou (sim, eu sou super alérgica). Legal né ???

Então infelizmente eu posso dizer que usei o Cicaplast quase no corpo inteiro ahaha. O arranhão cicatrizou super bem, a picada não inchou e não coçou, mas o que mais me surpreendeu foi a bolha da queimadura na perna. Em 3 horas eu não tinha mais nada, nem vermelho e nem a bolha…foi absurdo. Já tinha me queimado superficialmente outra vez e as bolhas doeram uns 2 dias seguidos. Então sim, eu me apaixonei perdidamente pelo produto.

Ele tem quase as mesmas funções que o nosso amado Bepantol com a vantagem que não melecar nadinha e espalhar fácil. Ele tem agentes bactericidas então ajuda a proteger a mele machucada contra as bactérias.

Claro que ninguém vai passar o balm em um machucado profundo heim, ele é perfeito para cicatrizar coisas superficiais.

Outra coisa que estou achando ele fantástico é para cicatrizar as fissuras que eu fico entre os dedos por lavar as mãos demais e em água quente. O bom é que aplico mesmo nas mãos e minutos depois ele absorveu todo e posso aplicar meu hidratante por cima se quiser.

cicaplast_baumeSuper mega aprovado por mim e pelo marido. O nosso saiu da parte dos cosméticos e foi morar na caixinha de primeiros socorros rs.

Falei para minha dermato sobre meu amor pelo produto e ela disse que também está adorando. Disse que sempre indica para pacientes que fazem tratamentos estéticos com aparelhos.

Talvez quem gosta do efeito mais denso e oleoso do Bepantol nos lábios ou nas cutículas, pode achar que este não é tão eficaz (não confundam hidratação com sensação gordurosa), mas o efeito em mim foi ainda mais rápido. Ambos são excelentes e multifuncionais, mas a textura do Cicaplast Baume é perfeita.

E vocês já testaram ?

.

Onde ? Ganhei da assessoria  (tem aqui)

Quanto ? A partir de R$ 43,00.

.

Sobre o autor

Editora e idealizadora do Makeup Atelier www.cinthiaferreira.com.br

Quanto custa sua maquiagem? Exercícios abdominais: verdades e mitos TESTEI | Desodorante com Refil Por que toda pele precisa de hidratação ? Resenha | Nova base leve da Shiseido