Menu
Cabelos / Uncategorized

Retromoderno | by Alfaparf

Olá, finalmente o post do evento de domingo. (são tantos eventos esta semana que está uma loucura para publicar tudo).

Dia 29 a Alfaparf Group, empresa italiana de cosmética capilar, apresentou no espaço Via Funchal, um show exclusivo de lançamento da coleção Retromoderno, de cortes e cores de cabelo, para a temporada da primavera/verão 2011

Com Murilo Rosa como mestre de cerimônia, Richard Thompon, Eliabe Moreira e mais dois profissionais nos cortes e estilo, o show foi uma apresentação de inspirações para cabeleireiros, donos de salões e jornalistas.

Release da coleção

“A Coleção Retromoderno criada pela equipe da Alfaparf junto com Academia Mahogany de Londres traz a energia das cores, convidando as mulheres para brincar com uma variedade de estilos e cortes. Afinal, mudanças de look proporcionam um up no visual e levantam a auto-estima. A moda hair segue democrática e há espaço para loiras, morenas e ruivas.

O fashion retrô está presente em toda parte, são roupas, acessórios, móveis, tudo remete a essa atmosfera romântica dos tempos de outrora. Claro, que essa tendência é muito expressiva também nos cabelos, que agora voltam repaginados, com o retorno de cortes clássicos, traduzidos em uma profusão de cores e tons vibrantes.

Já o moderno, vem através dos cortes precisos e construídos de acordo com os objetos de design e, também inspirados nos últimos lançamentos da indústria têxtil de Milão.

Energizar e instigar são as palavras da temporada de moda da primavera/verão 2011. As cores darão todo um charme, além de diminuir o efeito monocromático do inverno. Vestidos curtos e longos com volumes localizados e sinuosos, assimétricos e com cortes tridimensionais estarão em foco.”

Tipos de cortes da Coleção Retromoderno:

Estes cortes apresentados são referências de estilos e cores, a partir daí cabe ao profissional adapta-las ao gosto  e ao tipo de cabelo de cada cliente.



“O tradicional Chanel, muito usado nas décadas de 20 e 30, ganha uma nova roupagem e um efeito balonê, onde as formas arrendondadas ressaltam as feições e conferem ar retrô chique à mulher.

A ênfase colocada nas formas arredondadas e o retorno das saias em camadas e dos mini-vestidos concentram a atenção no quadril. As bordas das saias são caracterizadas pelo efeito “baloné”.

Coloração: A doçura e a pureza do loiro são realçadas com a precisão e a constância de passionais e audazes “efeitos acobreados”, que dão volume e movimento aos cabelos.”



“Para as mulheres poderosas, corte médio-longos com grande volume na parte alta, afinando-se no comprimento. As franjas continuam em alta, sendo que, compridas, em cima dos olhos, torna o olhar misterioso e sedutor.

Os volumes continuam no auge e contrastam com saias e calças super justas, tipo fusô. A inspiração foi baseada nas mangas, com formas “inchadas” ou quimonos de tamanho XL.

Coloração: A precisão das formas experimentais das seções permitem fundir harmoniosamente o castanho com “efeitos” violeta, que deslizam, afinando-se cada vez mais, até as pontas.”


“A sensualidade é para os audaciosos. A atenção foi deslocada para os efeitos assimétricos da franja e do perímetro. O rosto “brinca” de esconde-esconde, revelando-se inesperadamente ao observador.

O foco foi originado nas formas muito assimétricas e de vestidos de manga única, para formas fluidas que caem na nova zona erógena: os ombros.

Coloração: Duas seções quadradas dão a ilusão de simetria, duas seções em forma de V a cortam. Os efeitos coloridos pousam-se delicadamente nos cabelos, seguindo as formas do corte, com fluidez e facilidade.”

Depois do evento, fui até a sala de imprensa para saber um pouco mais do que teremos pela frente.

Richard Thompson disse que a mulher brasileira é moderna e atualizada e que temos cabelos bem diferentes umas das outras.  Nossa miscigenação é muito grande e é um país incrível para trabalhar com todo tipo de cabelo e coloração, diferente de países como Japão ou México.

Ele reforça que a o profissional deve entender as propostas e trabalhar em cima delas, deixando cada cliente com uma identidade diferente, e é isso que deixa o visual bonito e único.

Eliabe Moreira, diretor artístico da Alfaparf Milano,fala que não existe mais distância entre os mundos, o corte que era usado nos anos 30 volta à tona.  As franjas são eternas e as cores devem respeitar o estilo e o tom de pele de cada pessoa.

Kátia Coutinho, diretora de marketing,  diz que hoje em dia a tendência é ser você mesmo, é ter seu próprio estilo, se sentir bem consigo mesma usando o corte e a cor que bem entender. Não existem regras.

Também explica que o profissional com domínio da técnica deve usar o movimento natural do cabelo à favor de sua cliente.

Os cortes apresentados no show são em sua maioria curto para dar mais enfase ao corte e deixar as técnicas mais visíveis. Mas cabe ao profissional usar a técnica para chegar ao que a cliente espera, seja no comprimento curto, médio ou longo.

Para profissionais interessados nos cursos da Alfaparf, segue contato.

Academia Alfaparf/ Mahogany – Rua Alameda Santos, 1787, Jardins, São Paulo, SP.

Bjinhos e ótimo feriado a todos.

Ci ;)

Sobre o autor

Editora e idealizadora do Makeup Atelier www.cinthiaferreira.com.br

Bioré Marshmallow Whip para pele seca ou oleosa Como deixar os lábios mais volumosos. Como fazer o lápis durar na linha d’água Tudo sobre Estée Lauder Advanced Night Repair O melhor produto de Drunk Elephant | Lala Retro