Menu
All around me

Um desabafo sobre o ano que passou e o que eu espero de 2018

Pois é gente, mal começou 2017 e já estamos em 2018….como assim ??? Sério, eu achei que este ano passou voando.

Foram muitas coisas incríveis, conheci mais de 25 cidades diferentes em nossas nossas viagens (já acompanham meu blog de viagem aqui?), conheci muitas pessoas incríveis, vivenciei momentos muito especiais, mas também passei por vários momentos de incertezas e dúvidas sobre o futuro.

O ano de 2017 foi o ano que acabei me sentindo cansada, em dúvida e meio chateada com várias situações profissionais. Um ano que me abriu os olhos para entender que as coisas não são do jeito mais correto que eu gostaria que fosse. Ano que vi um lado de pessoas que eu não imaginava ver e que para fazer as coisas do jeito certo você precisa vencer muito mais barreiras do que “dando um jeitinho”.

Um ano em que ao mesmo tempo eu me encantei plenamente fazendo meus vídeos de beleza e de viagens, investi em equipamentos e dediquei ainda mais tempo ao trabalho. Mas também vi que para você ser valorizada no mundo virtual não basta só trabalho duro e qualidade. As coisas do lado de cá são bem menos glamurosas do que parecem aos olhos de vocês.

Talvez até pior que a maioria das profissões, trabalhar com mundo digital é uma guerra de egos muito grande. São pessoas brigando por um espaço que é tão grande e infinito e que ao mesmo tempo parece tão pequeno e congestionado. Gente que usa a outra pessoa como degrau, gente que se apropria das ideias alheias e gente que te enxerga apenas como um punhado de números, ignorando todo conteúdo que há por traz. Vi muitas pessoas que eu confiava trocando tudo por fama e dinheiro e me decepcionei várias e várias vezes.

Em 2017 eu recebi uma enxurrada de propostas abusivas no trabalho, várias marcas que eu gostava passaram a me ver como uma blogueira muito antiga já não tão interessante no meio de tanta gente nova com milhões de seguidores. Recebi uma chuva de ofertas para comprar seguidores, inclusive agências me sugerindo a compra, pois se eu tivesse mais números ela poderia justificar não só a qualidade do meu trabalho mas também a quantidade de pessoas que me seguiam. Recebi várias sugestões para que eu mudasse meu público, falasse de coisas mais populares, entrasse em “grupos de curtidas” ou que utilizasse alguns artifícios para conseguir mais “likes”.

Pensei em parar inúmeras vezes, pensei em largar tudo e seguir novos planos e passei por várias crises de ansiedade. Mas nesta guerra interna eu tentava justificar para mim mesma que eu confio no que eu faço e que não sou uma fraude, como muitas vezes o nosso cérebro tenta nos convencer. Vi o tanto de clientes satisfeitos, vi números de vendas de clientes duplicarem e darem resultados como em nenhum outro ano. Recebi elogios de pessoas importantíssimas no mercado e o melhor de tudo, o contínuo e crescente reconhecimento de vocês leitores.

Apesar de ter o blog quase completando 9 anos, foi botando a carinha no Youtube que eu vi o carinho de vocês aumentar ainda mais. Fiz novos leitores a cada dia, consegui manter leitores que me acompanham desde o inicio. Recebi mensagens tão incríveis que no mesmo dia que eu pensava em largar tudo eu me apaixonava novamente pelo meu papel.

Aqui não há uma “digital influencer” (termo, que infelizmente, já virou até nome de curso profissionalizante). Aqui há uma pessoa exatamente igual a qualquer um de vocês, que desde que se entende por gente ama dividir dicas, achados e passar informações verdadeiras. Uma pessoa que largou o trabalho bem sucedido como designer depois de 10 anos no mercado, para se dedicar a algo que vai muito além, que é dividir parte da vida com milhares de pessoas.

Sou uma mulher cheia de falhas que tenta a cada dia seguir encantada pelo que se propõe. Uma mulher que tenta ignorar novas regras infundadas, que não concorda com o “sistema” e que promete jamais mudar de caráter para conquistar algo e jamais se vender por algo que não acredita, mesmo que para isso um dia tenha que abandonar tudo que construiu.

Para 2018 eu tenho alguns planos bem menos pretensiosos. Não quero nenhuma meta numérica na minha vida, não quero anotar em nenhum caderninho o que tenho que cumprir e nem nada disso. Quero um ano mais leve, quero exigir menos de mim mesma, quero ter mais tempo para viver fora do trabalho e quero dar cada dia menos bola ao que não me acrescenta nada. Quero só gente do bem ao meu lado, seja no mundo corporativo ou pessoal.

Então mais um ano estou aqui para agradecer imensamente a companhia  sincera de vocês. Os elogios, as críticas construtivas, a motivação para continuar e principalmente a confiança que depositam em mim. E quanto a isso, garanto que não irão se decepcionar jamais.

A vocês desejo um ano novo cheio de paz, cheio de garra para inventar tantos desafios, cheio de saúde para conseguir viver da melhor forma possível e cheio de esperança na humanidade. Afinal esta é a última que morre né ?

Um abraço apertado e sincero em cada um que está lendo este texto. Estamos juntos em 2018 <3

Sobre o autor

Editora e idealizadora do Makeup Atelier www.cinthiaferreira.com.br

Tudo sobre Estée Lauder Advanced Night Repair O melhor produto de Drunk Elephant | Lala Retro 3 Perfumes docinhos com toque Gourmand Como ter cílios curvados sem curvex Tudo sobre o BT Gloss de Bruna Tavares